Quase não escuto nestes tempos a onda curta. Alguma vez nos últimos anos Rádio China Internacional em inglês e em galego internacional (a fala da sua emissão na nossa língua é muito neutra, acho procura representar a lusofonia inteira).

De rapaz era assíduo da BBC, Rádio France Internationale, Rádio Suiça Internacional e aquela Rádio Moscova que hoje é a Voz da Rússia. Foi nesta última, agora já em Internet, onde vi primeiro a menção a Muse e a canção oficial dos Jogos Olímpicos. Como levo tempo sem traduzir e sem vir por este blogue que tinha, e continua tendo, como objectivo primeiro o practicar a escrita no meu idioma materno, velacô que traço a letra.

Apenas umas notas rápidas sobre algumas formas que podem chamar mais a atenção. Às vezes é difícil fazer uma escolha: ‘carreira’ é o vocábulo que eu tenho por mais comum para a ‘corrida’; como é compreensível e aparece registado com este significado nos dicionários, mantenho-o. Uso o termo ‘síria’ muito comum na minha fala e que eu tenho como próprio com sibilante alveolar (há registada também para as falas galegas uma forma palatalizada ‘xíria’). ‘Prender’ por ‘acender’. ‘Rastilho’ podia ser ‘mecha’.

Levado como fui por manter o significado, deixei um pouco a rima, muito mais a métrica, como elemento secundário. Quando não altera o significado opto por formas que conservem a musicalidade.

No que diz ás Olimpíadas! Como nestes tempos volvi (por fim!) a nadar um pouco pelas manhãs, deu-che-me também por seguir um pouco mais a natação.

A ver logo se Phelps bate o recorde de medalhas nos Jogos! Como resultarão os 50m e 100m livre? O objectivo de conquistar a primeira medalha de ouro nos 1500m livre parece acessível para Sun Yang.

SOBREVIVÊNCIA

Uma carreira, a vida é uma carreira
e eu vou vencer
Sim, vou vencer.

E prenderei o rastilho
E nunca serei vencido
E escolho sobreviver
Custe o que custar
Não passarás diante
E manterei o passo
E amostrarei a minha síria
A toda a raça humana
Sim, estou preparado
Para continuar vivendo
E não perdoarei, a vingança é minha
E não cederei
Porque escolho melhorar.

Vou vencer

Uma carreira, é uma carreira
Mas eu vou vencer
Sim, vou vencer
E prenderei o rastilho
E nunca serei vencido
E escolho sobreviver
Custe o que custar
Não passarás diante
Manterei o passo
E revelarei a minha síria
a toda a raça humana.
Sim, vou vencer.

Luta! Luta! Luta! Luta!
Vence! Vence! Vence! Vence!

Sim, vou vencer.


As letras originais para a tradução achei-as em: http://www.lyricspremiere.com/muse-survival-lyrics.html

O sítio oficial de Muse: http://muse.mu/news/article/785/muse-write-official-song-for-the-olympics/

Parabéns e obrigado ao IOC pelo vídeo acessível desde Youtube.

Anúncios

Podes enviar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s